Percy Jackson Portugal
Faça o seu registo/login! É muito importante para poder usufruir das nossas actividades! Very Happy

Divirta-se! Razz

Missão (oraculo)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Missão (oraculo)

Mensagem  André Cavalheiro em Sex Set 23, 2011 5:23 pm

Individual ou em Grupo: Individual
Nome(s) do(s) participante(s): Andre Cavalheiro
Equipamento que irão levar na missão: Espada, escudo e comida.
Porque quer ir em missão: Quero continuar a mostrar o meu valor e a melhorar nas minhas aptidões.
avatar
André Cavalheiro


Dracmas : 87,5
Poder : Mar
Pégaso : Júpiter

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão (oraculo)

Mensagem  Oráculo em Seg Set 26, 2011 8:27 pm

Para Este caminharás.
Monstros enfrentarás.
O cavalo-marinho sagrado de Poseídon encontrarás.
Recompensado serás.
avatar
Oráculo


Dracmas : 10

Voltar ao Topo Ir em baixo

Inicio

Mensagem  André Cavalheiro em Dom Out 30, 2011 1:13 pm

Assim que ouvi a minha profecia fiquei super entusiasmado. Voltei para a cabana 3 para me equipar. Tinha a minha espada e o meu escudo, ambos enfeitiçados para parecerem um relógio e uma moeda de ouro com um símbolo de uma espada. Também levei algum dinheiro mortal e umas bolachas. Despedi-me dos meus amigos e deixei a colónia para trás das costas.Tinha de admitir que estava super ansioso para estar cá fora outra vez, embora não tenha contado a ninguém, esta missão era também um pretexto para reencontrar a rapariga do cruzeiro. Era a rapariga mais bonita que eu alguma vez tinha visto, tinha-a encontrado na minha ultima missão, e ela conseguia ver através da névoa. Tinha perdido o número de telefone dela porém eu sabia onde é que ela vivia: Vilamoura. Ficava para sul, porém a ultima vez que a vira era num cruzeiro. Fui ver á Internet e o cruzeiro ia acabar a sua viajem em Roma, por isso se a queria encontrar era para lá que tinha de ir, para além disso ficava a este o que era ótimo porque assim também seguia a profecia.
avatar
André Cavalheiro


Dracmas : 87,5
Poder : Mar
Pégaso : Júpiter

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Missão

Mensagem  André Cavalheiro em Ter Nov 01, 2011 2:09 pm

À saída do campo lá estava o meu Pégaso, Júpiter.
Olá chefe! finalmente vamos em missão juntos não é? Altamente! Para onde quer ir? disse o Pégaso mentalmente para mim. Como filho de Poseídon conseguia comunicar com cavalos e Pégasos.
- O nosso destino é Roma, rapaz! E já te disse para não me tratares por chefe!
Ok chefe, aperte os cintos. Devemos estar em Roma ao pôr-do-sol
E assim foi. Depois de uma viajem atribulada e divertida chegamos a Roma mesmo a tempo do por-do-sol. Assim que os cascos de Júpiter tocaram no chão eu saltei para Terra, e dei-lhe uns grãos de arroz bordados a ouro. Sim ouro! Podem dizer que é estranho e talvez paranóico, mas o Júpiter só come ouro. Depois de alimentado, Júpiter começou a andar ao meu ritmo. Estávamos perto do porto de Roma. Dirigi-me a um homem que ali passava.
-Desculpe. O cruzeiro "viagem ao paraíso" já chegou?
- Ainda não rapaz. Ontem atravessaram uma forte tempestade, o navio ficou em mau estado, e o pior é que eles se estão a dirigir para outra tempestade, e os barcos de apoio não os conseguem ajudar. Parece que os mares não querem que o navio chegue.
O homem seguiu o seu caminho, e e ajoelhei-me. Mesmo não conhecendo bem a rapariga, não conseguia suportar que ela morresse, muito menos no mar! Olhei para o céu e interroguei-me porque é que o meu pai estava a fazer isto? Ele sabia o quão importante a rapariga era para mim! Parei de me lamentar e disse a Júpiter para não sair desta área até eu voltar.
Mas porque é que não queres que eu vá contigo mestre?
-Estás cansado, voaste durante muito tempo hoje! Não ias conseguir fazer uma missão de salvamento. De qualquer maneiro não me vai acontecer nada desde que eu esteja no mar.
Dito isto virei as costas e mergulhei no mar.
avatar
André Cavalheiro


Dracmas : 87,5
Poder : Mar
Pégaso : Júpiter

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão (oraculo)

Mensagem  André Cavalheiro em Sex Nov 04, 2011 2:27 pm

Hora e meia hora. Esse foi o tempo que demorei a chegar ao cruzeiro. Estava apenas a usar as minhas calças, tinha deixado para trás a camisola e os sapatos. Nadava a toda a velocidade, sem qualquer cansaço. Já via o navio. Relâmpagos caiam do céu na zona onde o navio estava, porém só naquela zona. Comecei a aproximar-se mas as ondas eram muito fortes e ao contrario do que eu ordenava, vinham contra mim. Nadava, com todas as minhas forças, até que uma figura conhecida apareceu à minha frente a pairar no ar.
- Deméter.
- Isso mesmo meu herói.
- Ajuda-me eu tenho de chegar àquele navio!
- Desculpa mas, os deuses estão contra ti. Se chegares àquele navio vais conseguir resgatar a tua amada, e então irás falhar na tua missão e desiludir os deuses. Terás de fazer uma escolha. Temos grandes planos para ti, mas, André se a resgatares vais estragar tudo. Todo o teu futuro, ficara decidido com esta decisão tua.
- Mas... não! Então salva-a por mim. Eu prometo que não a procuro! Por favor.
- André, considero-te mais que um simples herói. És um amigo meu. Recuperaste os meus frutos e por isso estou te grata. Mas, aquela rapariga têm de morrer, nesta noite. O teu futuro fica decidido hoje, segundo o destino dela. Não posso fazer o que me pedes, porque essa é uma promessa que não podes cumprir. Deixa-te levar pela maré, e esquece o dia de hoje. - Disse a deusa desaparecendo.
- Talvez noutro dia Deméter, mas não hoje.
Disse eu continuando a nadar, usando todo o meu poder para chegar ao navio. Até que finalmente consegui. Estava agora a bordo do navio, e estava pronto para encontrar a rapariga.
avatar
André Cavalheiro


Dracmas : 87,5
Poder : Mar
Pégaso : Júpiter

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Missao

Mensagem  André Cavalheiro em Sex Nov 11, 2011 9:22 pm

Estava no navio. O navio abanava e abanava. Um relâmpoago caiu do céu e não me acertou por alguns centimetros.
- Já precebi a mensagem!
Começei a correr, passei pelo local onde a tinha encontrado pela primeira vez, e memórias começaram a correr no meu cérebro. O seu olhar assustado de quando viu a cabeça de medusa. Bati em mim mesmo e continuei a correr. As pessoas gritavam enquanto corriam pelo convés até que avistei a rapriga dos meus sonhos. Era ela, tinha um olhar assustado e rapidamente percebi porque. Dois grandes homens com raios nas mãos e asas andavam atrás dela. Corri atrás deles e tirei o meu arco e flecha. Quando ela chegou a uma varanda parou. Não havia para onde fugir. Os grande anjos também pararam e apontaram-lhe os relampagos. Então eu gritei:
- Parem.
Os homens olharam para mim e ignoraram-me então disparei flechas. Mts e mts flechas o mais rapido possivel. Eles expldiam as flechas com relampagos, até que uma teve sorte e atingiu o ombro do anjo que estava a direita. Larguei o arco e flecha e peguei na minha lança. Ataquei-os mas eles defenderam-se e ignoraram-me uma vez mais e viraram-se para a rapariga. Prepararam-se para lançar os relampagos para a rapariga. Estava desesperado, mas no ultimo momento uma espada apareceu do nada e cotou a mão do monstro, ele furioso olhou para o individuo, mas outra espada apareceu e cortou a sua cabeça. O seu irmão anjo estava completamente furioso e estava pronto a atacar e eu lançei a minha lança para o seu corpo e ele morreu. Olhei para aqueles que me tinham salvo e imediatamente reconheci os meus irmãos eram André e Fabio, filhos de Poseidon.
- Atão tá de chuva? - Disse Fabio!
avatar
André Cavalheiro


Dracmas : 87,5
Poder : Mar
Pégaso : Júpiter

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Missão

Mensagem  André Cavalheiro em Qua Nov 16, 2011 7:18 pm

Sorri para os meus companheiros, mas especialmente para Fabio porque aquela era uma frase que ele usava para nos por tds a rir.
- O que fazem aqui?
- Viemos ajudar!
- Quando eu comecei esta missão vcs tinham acabado de chegar ao campo ainda n estão prontos para isto! Ainda por cima três filhos de Poseidon vão atrair manadas de monstros.
- Ouve n interessa se estamos prontos, importa que viemos, e que precisavas da nossa ajuda! - Disse Libório.
- Como souberam que precisava de ajuda? - Perguntei.

- Ah.. - Tentou dizer Fábio.
Nesse instante percebi-me que o mais importante era sairmos do navio, e salvar-mos a rapariga.
- Esqueçam, vamos sair daqui.- Corri para a rapariga que estava a tremer. - Tem calma eu n deixo q nada de mal te aconteça.
- Não sei porque, mas eu confio-o em ti. - Disse ela.
Subi para a berma do navio e preparei-me para saltar para as águas frias e furiosas do oceano.
- Espera o que vais fazer? É suicídio!
Mas já era tarde, estava prestes a entrar na água quando ouvi de longe, os meus irmãos a explicarem á rapariga:
- Relaxa, vai falar com o pai e saber pq e q os deuses estão contra eles.
Foi ai que percebi que quem quer que os tenha enviado, n podia ter feito melhor escolha. Eles eram meus irmãos, e conhecíamos-nos tão bem como a palma das nossas mãos.
avatar
André Cavalheiro


Dracmas : 87,5
Poder : Mar
Pégaso : Júpiter

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão (oraculo)

Mensagem  André Cavalheiro em Qui Nov 24, 2011 4:48 pm

Por baixo de água estava tudo muito agitado. As correntes eram fortes, e geladas, os peixes deixavam os cardumes e nadavam pelas vidas. Nadei o mais fundo possível. Até que avistei o reino do meu pai. Entrei no seu grande palácio e ninguém me impediu. Todas as sereias e os sereios me vaziam uma vénia. Quando cheguei á sala do trono avistei o meu pai com dois conselheiros a seu lado, e um ar de mal disposto.
- Porquê? - Disse eu bem alto.
- Não te posso explicar a razão concreta filho, mas posso te dizer que é por uma boa razão!
- Depois de tentares matar a rapariga que amo acho que me deves uma explicação!
- Eu, não a quero matar! Mas o resto dos deuses quer! E eu n os posso contrariar a todos! Eu estou a tentar ajudar-te enviei os teus irmãos, mas n posso fazer muito mais que isso!
Virei as costas e comecei a caminhar. Mas Poseidon chamou-me.
- Tu vais ter de fazer uma escolha muito importante! Entre ela e o teu objectivo! Uma escolha que pode mudar o rumo de todas as nossas vidas! Incluindo as dos deuses. E Os olimpianos não querem arriscar!
- Como é que abandonar o teu cavalo marinho vai alterar o rumo das nossas vidas? - Perguntei.
- Ele não é só um cavalo marinho. Ele está comigo á tanto tempo que absorveu uma minima parte do meu poder. Quem monte nele têm os meus poderes. Agora imagina se isso cai nas mãos de um titã!
avatar
André Cavalheiro


Dracmas : 87,5
Poder : Mar
Pégaso : Júpiter

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão (oraculo)

Mensagem  André Cavalheiro em Sab Nov 26, 2011 7:28 pm

- Uaoh, isso é mesmo importante. - Disse eu. - Mas vocês podiam me ter dito isso, não tinham de mata-la. Podiam esconde-la.
- Não podemos. Os imortais não podem combater contra mestiços se eles não nos desafiarem. E ela está a a ser guardada por uma espécie de mestiço...
- Como assim?
- O filho de Oceanus. O titã ainda está fraco mas já acordou. E foi o primeiro a ter relações com um mortal. A mulher teve gémeos e foi morta no mesmo dia.
- Pobre mulher... Ok, eu tenho um plano. Podes salvar as pessoas no cruzeiro?
- Zeus obrigou-me a destruir bastante o navio. Eles estão por sua conta.
- Ok, então, eu salvo-os. Mas vai ao Olimpo, corvense-os a pararem de nos bloquear o caminho durante algumas horas até eu chegar lá.
- Ok filho. - Disse o meu pai estalando os dedos e desaparecendo.
Virei as costas e nadei para a superfície. As ondas tinham desaparecido, e o mar estava calmo mas os relâmpagos estavam mais fortes. Subi para o navio e disse:
- Ok temos de salvar estas pessoas e depois vamos separarmos-nos.
- Ok qual é o plano? - Perguntou Fábio.
- Ok, eu controlo as águas para levarem o navio o mais rápido para a costa possível. Voces os dois levem toda a gente para a proa do navio para caso o navio se separe em dois estilo titanic estarem todos num local para nos os três controlarmos as águas mais facilmente.
Liborio e Fabio correram deixando-me sozinho com a rapariga. Avancei e ela também o fez. Ambos nos abraçamos e beijamo-nos intensamente. Um forte relampago fez o navio tremer e nos separamos-nos.
- Nem cheguei a saber o teu nome. - Disse eu.
- Jessica, o meu nome é Jessica


avatar
André Cavalheiro


Dracmas : 87,5
Poder : Mar
Pégaso : Júpiter

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão (oraculo)

Mensagem  André Cavalheiro em Dom Nov 27, 2011 2:35 pm

Assim que o navio atracou no porto (felizmente n se dividiu). Assim que saímos do navio, corremos até ao centro de Roma para evitar perguntas sobre quem eramos. Jessica, não se despediu dos seus pais, mas utilizou o telemóvel para lhes mandar uma mensagem para lhes dizer que estava bem. Depois pisei o telemóvel com força para não aparecermos no radar dos monstros.
- Desculpa, mas têm de ser. Ok, vocês os dois protejam-na de algum monstro que apareça até eu voltar. usem o mar para sair de Roma. a policia vai estar á procura dela. Não a percam de vista! - Ordenei.Ambos os meus irmãos assearam. Virei-me para Jessica e disse. - Desculpa, por te ter de separar dos teus pais!
-Oh, não desculpes! Os meus pais morreram á dois anos. Aqueles são pais adoptivos que pensam que me podem comprar com dinheiro. Se poder numca mais volto para casa.
Sorri para ela e dei-lhe um beijo. Assobiei. Montei Júpiter, e disse:
- Vemo-nos daqui a dois dias, em Atenas! Na acrópole! Ás 15:00. - Dito isto, o pégaso começou a voar. Seria uma viagem longa até Nova York, mmas eu não iria descansar até Jessica estar a salvo.
avatar
André Cavalheiro


Dracmas : 87,5
Poder : Mar
Pégaso : Júpiter

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão (oraculo)

Mensagem  André Cavalheiro em Sex Dez 02, 2011 10:42 am

André "estacionara" o seu pégaso a alguns quarteirões do Empire State Building. Enquanto isso, Cláudia também se dirigia para o edifício. Ambos iam apressados, pois não queriam ter de enfrentar mais monstros, e cada um ia emerso nos seus pensamentos. Ele pensava na melhor forma de convencer o Olimpo da verdade. Ela pensava como seria o Olimpo, e quais seriam as reacções dos Deuses à sua missão. De repente, quando ia finalmente a entrar no Empire State Building, André chocou contra algo que não conseguiu ver. Ouviu o som de alguém a caír ao chão, e depois uma vós bem familiar:
-Tu?????
Cláudia tirou o Elmo, e ambos se riram. André ajudou a garota a lebatar-se e perguntou:
-Que estás aqui a fazer?
-Roubei o Elmo da minha mãe a Ares, e agora vinha entregá-lo! - respondeu Cláudia - E tu?
André contou o seu episodio no navio.
-Vamos? - convidou ela.

Ambos se dirigiram até a recepção, sorridentes, e pediram as chaves:
-600º andar, por favor!
-Poças, estou barado, há milénios que não tinha 3 semideuses a chegarem de missão no mesmo dia! Estou impressionado..há meses que não morre nenhum! - comentou o recepcionista.
-3? - perguntou Cláudia - Somos só dois...
- Sim, mas esta manhã esteve cá um filho de Apolo, chegado de missão. - elucidou ele. - Aqui têm as chaves. Boa sorte! A propósito, Ares está muito furioso, mais do que o habitual...
-Já imaginava! - disse a garota, rindo.
Ambos os semideuses subiram o elevador. Cláudia estava empolgada por ir conhecer a sua mãe. Mas pelo contrário André estava com medo, e a tensão era muito alta. A garota pensou em perguntar o que se passava, mas não queria interromper os pensamentos do amigo por isso manteve-se calada até o elevador chegar ao 600º andar. O elevador parou e as portas abriram-se com um "clique". Estavam no Olimpo. Cláudia ficou a olhar, estupefacta.
-É exatamente como eu imaginava! - Exclamou ela.
Os dois garotos caminharam durante meia hora durante o caminho empedrado, até que chegaram até às portas do imponente Palácio dos Deuses.
Enquanto Cláudia estava absolutamente maravilhada, e "bebia" cada pormenor como se fosse o último, André parecia bastante nervoso e pensativo, como se diminuísse á medida que se aproximava daquele edifício.
Finalmente, as grandes portas de carvalho abriram-se de par em par e eles entraram.
Os 11 deuses erguiam-se, poderosos, nos seus tronos.
André parou á entrada, deixando a amiga avançar primeiro.
- Boa sorte- disse ele
Andre esperou nas portas até Claudia sair. Depois tremendo avançou para o palacio revendo o plano uma vez mais.
avatar
André Cavalheiro


Dracmas : 87,5
Poder : Mar
Pégaso : Júpiter

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão (oraculo)

Mensagem  André Cavalheiro em Sex Dez 09, 2011 9:59 pm

Assim que avistei os dose poderosos, sabia que eles já sabiam a minha razão de chegada.
- Vou passar a frente da introdução porque todos vocês já sabem porque aqui estou. Não quero que matem Jessica. Eu amo-a. E eu consigo separar trabalho do resto. Protejam-na e eu prometo que trarei o cavalo-marinho de Poseidon para casa.
- Não é assim tão simples. - Disse Zeus.
- Porquê?
- Se bem te lembras os mortais não podem estar perto de nós. Nós somos pura energia, ela não pode olhar para nós a não ser que estejamos no nosso modo mais fraco. Se a proteger mos teremos de entrar em modo combate e ai ela vai morrer.
Bolas pensei eu. Como me podia ter esquecido daquilo? O meu cérebro pensava a mil á hora para arranjar um plano.
- Muito bem, então eu levo-a para o campo! Os meus amigos protegem-na.
- Os nossos inimigos sabem dos teus sentimentos pela mortal. A colónia ia tornar-se um alvo! - Respondeu Zeus.
- Muito bem eu tentei ser diplomático! O Oráculo deu-me a missão a mim. Esta missão é perto de ser impossível e foi dada a mim. Se alguém a consegue concretizar sou eu e os meus irmãos por isso vocês vão me deixar fazer a missão sem se intrometerem.
Os deuses fizeram um ar espantado. Como se nunca ninguém os tivesse enfrentado. Até que Poseidon disse:
- Ele têm razão! Vocês não a querem proteger então deixem-no tentar á maneira dele.
Demeter concordou:
- O jovem têm razão.
Olhei em volta e percebi que pela primeira vez desde que entrara no Olimpo não sentia medo. Estava confiante. Os deuses começaram a acenar as cabeças e a interceder por mim á medida que a minha confiança aumentava.
- Muito bem! Mas se falhares morrerás e Jessica também agora vai! Completa a tua missão. - Disse Zeus.
- Antes disso tenho uma pergunta a fazer. Eu sei que os irmãos filhos de Oceanos estão a viajar a tentar chegar ao seu pai para lhe entregarem o cavalo marinho. Mas Oceanos é imortal porque é que voçês não o enfrentam e o mandam para o tártaro.
Todos fizeram um ar triste, e então percebi. Só havia um sitio onde Oceanos podia estar.
- Á quanto tempo é que o cavalo foi roubado? - Perguntei.
- Um mês.
Virei as costas e comecei a correr, tinha aproximadamente uma semana para chegar ao Alasca, derrotar Oceanos e esperar que os seus filhos chegassem com o cavalo marinho. E pior que isso estaria completamente sozinho. Alasca era a Terra para além dos deuses e também era o meu destino.
avatar
André Cavalheiro


Dracmas : 87,5
Poder : Mar
Pégaso : Júpiter

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão (oraculo)

Mensagem  André Cavalheiro em Ter Dez 27, 2011 1:04 pm

- Sim eu preciso que a protejam!
- Nem penses! Tu vais enfrentar filhos de Oceanus e até Oceanus ele próprio! Nunca conseguirás sozinho. Deixa-nos ajudar-te.
- Mas se voçês me ajudarem quem ficará a proteger a Jessica?
- Todos nós aí no Alasca!
- Não sei... Se ela vier para cá preciso de algo... Um elemento surpresa! Algo poderoso.
- Nós havemos de nos lembrar de algo. Ok, nós vamos iniciar a nossa viagem para o Alaska, arranjamos um navio e não dormimos enquanto não chegarmos aí. Devemos demorar alguns dias, talvez uma semana. Dois filhos de Poseidon treinados controlam bem as águas.
- Ok. Eu devo estar lá dentro de três dias.

Nesse momento a mensagem de Iris desapareceu. Montei o pégaso, que estava agora com a barriga cheia, e as asas descansadas. Voámos pelas nuvens na direcção do Alaska. Necessitava urgentemente de chegar lá primeiro que os irmãos Oceanos. Graças aos deuses, eles estavam a dar uma volta maior para evitar encontrar territórios dos deuses menores.

*
4 dias depois...

Após uma viagem, mais demorada do que esperado, que envolvia dragões, esqueletos vivos e zombies estava exausto, tal como o meu pégaso. O frio do ar era cada vez maior. finalmente avistei o território do maior estado Americano, mas Júpiter não aguentava mais e caiu nas águas geladas. Usei os meus poderes sobre a água para o levar para terra firme. Sabia que o meu cavalo iria ter um choque térmico caso não o aquecesse rápido. Formei um iglo de gelo á volta do cavalo e depois comecei a correr para encontrar lenha, mas não havia madeira em nenhum lado. Começei a pensar nos meus amigos no campo. Os filhos de Apolo, ou os génios dos filhos de Atena e por fim no filho de Zeus Jason. Todos eles iriam saber o que fazer agora, mas eu não estava completamente perdido e cheio de saudades. A neve atingia-me os tornozelos. Estava com frio e so queria lenha para fazer uma fogueira. Por fim avistei uma pequna árvore no meio do branco. Era pequena, e o seu verde era magnifico. Era uma pena ter de arrancala, mas assim o fiz. Levei toda a arvore, e voltei para o iglu aquecendo-me, a mim e ao Jupiter.
avatar
André Cavalheiro


Dracmas : 87,5
Poder : Mar
Pégaso : Júpiter

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão (oraculo)

Mensagem  André Cavalheiro em Ter Jan 17, 2012 3:18 pm

Não sabia quantos dias tinham passado quando me cansei de esperar. Equipei-me com armadura grega. Afiei as minhas armas e segui caminho, à procura de Oceanos. Após algumas horas de busca encontrei uma caverna de gelo. Estava muito escuro, e a única coisa que conseguia ver era uma luz clara e branca ao fundo do tunel. Quando lá chegeuei observei uma espécie de palacio com uma grande piscina no meio. Retirei a minha espada, observando Oceanus e os seus olhos furiosos a olharem para mim. Uma grande onda ergue-se na minha direcção, e eu fugi mergulhando na água. O titã ergeu uma outra onda com ele lá dentro. Este vilão era diferente. Não queria falar pareçia que a sua raiva falava por ele. Manipulei a água para sair da frente. Olhei para a piscina que afinal era uma ligação ao oceno, e um navio subaquático estava a vir ao de cima. Nadei rapidamente para a superficie, e o barco emergiu. á dentro estavam dois rapazes que eram a fotocópia um do outro, foi então que ouvi pela primeira vez a voz do titã.
- Muahhaha agora com os poderes de Poseidon nunca me pararás filho do Deus do mar.
Saltei para o navio, e ao aterrar dei uma cambalhota. Oceanus fez uma especie de luz sair da sua mão que embateu no meu escudo e o destruiu... felizmente ainda tinha o de prta olimpica. Avançei, perçebendo que as minhas hipoteses não eram as melhores. Não vendo o cavalo marinho no barco percebi que devia estar no porão, mas aí a coisa mais feliz aconteçeu. Os meus dois irmãos, e Jessica estavam na entrada do tunel, onde eu outrora estivera.
Oceanus riu-se ainda mais e com um movimento trosse Jessica até ao seu alcance.
- Escolhe agora filho de Poseidon! Saiam agora, com ela, ou lutem e percam com o peso da morte da rapariga na vossa consciência.
ão acreditava no que se estava a passar. O momento tinha chegado. a grande escolha. Não podia desiludir os Deuses mas não podia deixar Jessica morrer. Larguei a minha espada, mas com mais força do que todos tinham perçebido. Um buraco, apareçeu no chão. Saltei lá para dentro e mais rápido que um relâmpago lançei a minha lança contra o cadeado que prendia a jaula do cavalo marinho. Apanhei a minha espada, enquandto o cavalo curria transbordando energia na minha direcção, montei-o enquanto ele corria. O casco rebentou, e o navio começou a afundar. As patas do cavalo passavam pela água na direcção de Oceanos que tentava perçeber o que se passava, quando estava a alguns metros de Jessica, a sua barriga começou a sangrar. Uma espada tinha trespaçado a sua barriga. Atingindo o meu objectivo, elevei a espada, oq ue fez uma grande onda ergeuer-se e mandei-a contra Ocenaos, contudo a onda era o dobro do que eu esperava. Sentado no cavalo marinho, tinha mais poder, e tinha lançado um enorme tsunami na direcção de Ocenus todos foram arrastados, a gruta foi destruida. Andamos vários metros secalharkilometros, enquanto a agua nos levava. Por fim todos abrandamos. O cavalo marilho ergueu-se e olhou para mim, os seus olhos começaram a brilhar e os meus também uma qualquer ligação estava a aconteçer. Quando acabou, tinha mais poder que nunca. Observando o corpo morto de Jessica no chão ataquei Ocenos com raiva, e nem lehe dei hipoteses de defesa! Espetei a minha espada na sua barriga. O seu corpo brilhou, e então foi destruido. Ao observar a batalha dos meus irmaos, começei a ficar confuso e fraco até cair no chão...


Quando acordei estava num local já conheçido por mim a enfremaria. Isso significava a nossa vitória... mas Jessica estava morta, deixei-me cair na almofado com lágrimas nos olhos...

O FIM!
avatar
André Cavalheiro


Dracmas : 87,5
Poder : Mar
Pégaso : Júpiter

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão (oraculo)

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum