Percy Jackson Portugal
Faça o seu registo/login! É muito importante para poder usufruir das nossas actividades! Very Happy

Divirta-se! Razz

Solstício de Inverno

Página 1 de 5 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Solstício de Inverno

Mensagem  Atena em Sex Dez 23, 2011 11:33 pm

Chegara o dia 24 de Dezembro, data em que se iniciariam os festejos do Solstício de Inverno. O Olimpo inteiro estava em festa. O local onde se realizaria o festival já se encontrava devidamente preparado e ornamentado: grinaldas de flores entrelaçadas pendiam das colunas; da imponente fonte no meio do jardim jorrava água cristalina: espalhados pelo caminho empedrado que percorria o relvado haviam alguns bancos e, por todo o lado, sátiros e ninfas passeavam por entre os deuses, carregando bandejas com bebidas e pequenos petiscos para mortais e imortais. Ao fundo, coberta por uma grandiosa tenda aberta dos lados, estava uma enorme mesa, que seria utilizada para o banquete depois de todos os convidados chegarem.

Zeus e Poseídon encontravam-se ao pé da mesa e pareciam debater algo. Não muito longe, debaixo de uma árvore e conversando, estavam dois casais: Hades e Perséfone, de braço dado, e Hefesto, que tinha o braço sobre os ombros da sua linda esposa, Afrodite. Ambas as mulheres pareciam descontentes, sendo que os respectivos maridos aparentavam estar a esforçar-se por manter a conversa agradável e as senhoras contentes. Afrodite, com a sua bela túnica escarlate esvoaçante e os seus braços cobertos de pulseiras douradas que tilintavam, parecia mais interessada numa conversa que decorria junto à fonte, entre Ares, Atena e Artémis. Esta última, dada a ocasião, decidira adoptar uma forma de mulher adulta, tendo até deixado o seu cabelo ruivo cair sobre as costas, apenas com uma tiara de prata a cingi-lo. O ambiente deste diálogo mantinha-se relativamente sereno, contudo, era de notar a habitual frieza na postura dos três intervenientes. Atena, quando comparada com as outras deusas, estava bastante modesta, apenas com um típio vestido grego branco às pregas, bem como cabelo apanhado também da forma antiga, e tendo como únicos ornamentos duas pulseiras de metal nos antebraços. Ares, por seu lado, contrastava grandemente com as duas irmãs na aparência, pois exibia todas as suas qualidades enquanto homem e guerreiro. Sentadas num banco mais afastado, sorridentes e bem-humoradas, estavam Hera e Deméter, ambas esplendorosas, mas sem exageros. De novo ao pé da mesa, mas no lado oposto dos dois irmãos, estava outro grupo alegre: Hermes, Apolo e Dionísio, que riam e, para infelicidade deste último, bebiam (e não, não era sumo). No entanto, Apolo parecia mais preocupado em recitar pequenos poemas e piropos às ninfas que o serviam e por uma ou duas vezes tentou agarrar uma delas, enquanto que Hermes estava de olho no serviço de mesa, nomeadamente nos talheres de prata. Alguns dos deuses menores passeavam por ali em pequenos grupos, mas passavam despercebidos e. na sua maioria, pareciam desinteressados.
Assim estava o ambiente quando Quíron, o centauro, chegou acompanhado dos mestiços do Acampamento Meio-Sangue, todos vestidos a rigor, o que, para quem passava a vida co0berto de pó e sangue, era uma façanha realmente espantosa. Nesse momento, houve um pequeno burburinho entre os imortais. Aqueles que tinham descendência entre os recém chegados interromperam as respectivas conversas por uns breves momentos; aqueles que não a tinham, nem se incomodaram a olhar duas vezes. Apolo, por sua vez, deixou as ninfas em paz e, arrastando os companheiros de conversa, foi cumprimentar os mestiços.

avatar
Atena


Dracmas : Infinito
Poder : Deusa da Sabedoria
Pégaso : Amadeo

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
1000/1000  (1000/1000)
Conhecimento:
1000/1000  (1000/1000)
Nível:
5/5  (5/5)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Solstício de Inverno

Mensagem  Cláudia Silva em Sab Dez 24, 2011 12:34 pm

Quando chegou ao Olimpo, Cláudia ficou espantada. Era a segunda vez que lá ia, mas desta vez era diferente. O Olimpo estava esplendoroso, e os deuses, ao contrario do habitual, estavam todos bem-dispostos.

Cláudia correu até á sua mãe, acompanhada por Mikurey. Ambos abraçaram a mãe. O rapaz, por ser a primeira vez que ali estava, e via a deusa, estava maravilhado. Enquanto ele contava as suas aventuras a Atena, Apolo juntou-se ao grupo.

-Olá Apolo! - cumprimentou Cláudia, corando.

_________________


Cláudia Silva - Filha de Atena - Monitora da Cabana 6
avatar
Cláudia Silva


Dracmas : 48,5
Poder : Estratégia e Sabedoria
Pégaso : Minerva

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

http://afilhadeathena.tumblr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Solstício de Inverno

Mensagem  Percy Lovegood em Sab Dez 24, 2011 2:32 pm

Enquanto Apolo chegava para nos dar as boas-vindas esticava o meu pescoço para ter uma campo de vista maior e poder detetar onde se encontrava o meu pai, Zeus. Demorei um pouco a encontrá-lo, mas quando o vi estava a meio de uma conversa com Poseídon que pelos vistos era importante. De repente, André aparece a meu lado e diz:
- Sempre na conversa, né? - perguntou André.
- Sim, parece que sim... - disse meio abatido devido ao facto de não poder ter uma conversa discreta com o meu pai.
- Enfim, sempre nos podemos divertir juntos! - disse André com uma mão nas minhas costas para me alegrar.
- Sim, quero é que se lixe, eles é que vão perder a possibilidade de conhecer melhor os seus fantásticos filhos. - disse.
- Tens razão, vamos é meter-nos com um sátiro, adoro as suas piadas sobre ninfas e os deuses!

Corremos para junto de uma mesa de buffet carregada de iguarias que nos chamava só de olhar e onde se encontravam os frutos secos. André não perdeu a oportunidade de começar na conversa com o sátiro que arranjava a mesa, mesmo já estando perfeitamente decorada e posta.

_________________
avatar
Percy Lovegood


Dracmas : 71,5
Poder : Raios e Ar
Pégaso : Black Pearl

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Solstício de Inverno

Mensagem  Alice em Sab Dez 24, 2011 2:46 pm

Era fantástico! Fantástico, fantástico! Nem acreditava que estava a ver o meu pai! O meu pai! Enquanto os filhos de Atena conversavam com a sua mãe, fiquei muda, sem saber o que fazer. Até que ele se aproximou de todos nós, e Cláudia o cumprimentou. Fiquei embasbacada. Devia parecer bastante estúpida, especialmente em frente ao Deus mais fixe de todos. Finalmente consegui abrir a boca e saiu-me um tímido "Olá".
avatar
Alice


Dracmas : 65,5
Poder : Sol
Pégaso : Dementia

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Solstício de Inverno

Mensagem  Percy Lovegood em Sab Dez 24, 2011 3:35 pm

Enquanto ríamos com as piadas secas do sátiro, bebíamos um ponche ou algo do género com uma cor dourada. Fiquei com receio de beber aquilo pois parecia alguma coisa para enfeite, mas se estava ali significava que se comia... De repente, Poseídon e Zeus acabam a sua conversa com um sorriso esforçado, e Poseídon caminha em direcção de André. Parece que ia ficar sozinho.
- André, teu pai está a vir na tua direção! - alertei André.
- Oh, tens razão! - diz André a compor o fato para parecer mais elegante e formal.
Enquanto Poseídon leva-o para junto de Dionísio e os outros, Zeus dirige um olhar na minha direcção, mas depois desviei o meu olhar e pensei: «Se ele quiser falar comigo, que venha na minha direcção, ora...» Fui ter com Alice. Esta estava totalmente desligada do mundo, pois prestava muita atenção aos poemas que Apolo dizia, se ela estivesse na posse de um caderno e um lápis de certeza que estava a anotar tudinho.
Quando me juntei ao grupo, Apolo entoa um poema a dar-me as boas-vindas. A sua habilidade com as palavras cuidadas e bem escolhidas é incrível, fiquei boquiaberto com o seu magnífico talento.
Zeus dirige-se então na direcção do grupo, e Apolo diz qualquer coisa entre dentes do tipo «Ele vem ai!» com um tom de escárnio como se ele nunca se metesse em grupos senão para falar em coisas sobre a Humanidade e os povos terrestres...

_________________
avatar
Percy Lovegood


Dracmas : 71,5
Poder : Raios e Ar
Pégaso : Black Pearl

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Solstício de Inverno

Mensagem  Aline em Sab Dez 24, 2011 6:41 pm

Eu estava impressionada com a beleza do solstício, rindo um pouco quando Apolo tentava agarrar as ninfas.
Fui falar com minha mãe, no caminho acenei para hera e dei um sorriso, ficando corada, para Apolo.
—Oi, mãe!—disse, dando-lhe um abraço.
—Olá, Ares e Artémis.
—Olá, filha— mamãe me cumprimentou, e voltou a conversa.
Um pouco depois, Apolo se juntou a nós.
—Oi—eu lhe disse corando. Ele me dirigiu um sorriso que me fez suspirar.
Apolo começou a recitar um poema, que me fazia suspirar a cada verso.
Um pouco depois, os casais Hefesto e Afrodite e Hades e Perséfone se juntaram a nós.
—Olá senhor Hades—cumprimentei-o—Oi, Persefone, Hefesto e Afrodite.
Afrodite tentou ir para junto de ares, mas Hefesto a segurou.
Vi algumas dríades se aproximando e acenei para elas.
Persefone foi se juntar a mãe, Demeter, mas não parecia querer isso, parecia mais era querer se afastar de Hades, esse ultimo foi para junto dos irmãos Zeus e Poseidon.
hefesto foi falar com hermes e dionisio,e afrodite aproveitou para se aproximar de ares,e dava pra ver que ela resistia ao impulso d abraça-lo.
apolo se aproximou de mim,e me avisou para não ficar muito perdo do casal,afrodite e ares,pois ele tinha a impressão de que logo a Tv hefesto iria fazer alguma pegadinha com os dois.....
avatar
Aline


Dracmas : 13
Poder : Sabedoria e Estratégia
Pégaso : Nenhum

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

http://www.linedalua.tumblr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Solstício de Inverno

Mensagem  Atena em Dom Dez 25, 2011 11:20 am

Atena

A deusa, assim que os mestiços entraram, sorriu e parou a sua actual conversa. Quando os filhos vieram ter com ela, o seu sorriso ficou ainda mais aberto e acabou por dar um abraço a cada um deles.

Muitos dos pais também iam ter com os filhos e, cada um à sua maneira, mostrava-lhes o seu afecto. Apolo chegara ao ponto de os beijar e de pedir "hi5". Eterna criança, quer quisesse quer não. Outros, no entanto, pareciam até ter vergonha de ir ter com os seus filhos. Zeus parecia meio perdido sem saber o que fazer e Atena acabou por deixar as suas crianças um pouco sozinhas e ir ter com ele.

- Pai - disse ela, indicando um certo mestiço que estava sozinho - Não sejas assim. Vai ter com ele e não deixes esse teu orgulho estragar a festa!

Depois, virou as costas e voltou para o meio da "confusão".

avatar
Atena


Dracmas : Infinito
Poder : Deusa da Sabedoria
Pégaso : Amadeo

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
1000/1000  (1000/1000)
Conhecimento:
1000/1000  (1000/1000)
Nível:
5/5  (5/5)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Solstício de Inverno

Mensagem  Kaito em Dom Dez 25, 2011 9:02 pm

Mikurey estava num turbilhão de emoções. Estando ali, em frente a sua mãe a conversar, o pensamento que ela nunca realmente quis saber dele, surgia-lhe várias vezes. Contudo era rapidamente substituído por uma enorme felicidade, pelo simples facto de estar ali, em frente a sua mãe, a conversar, duma forma natural.

_________________
avatar
Kaito



Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Solstício de Inverno

Mensagem  Atena em Dom Dez 25, 2011 11:56 pm

Estavam todos (ou quase) a divertirem-se. Os mestiços aproveitavam esta rara oportunidade para estar com os pais sem estarem sujeitos às pressões de uma missão e dos 12 tronos e respectivos ocupantes com os olhos postos neles. Hoje, o importante era relaxar e esquecer o mundo exterior.
Depois de todos conviverem livremente durante um bom bocado, um pequeno sino soou, vindo de parte nenhuma.
Oh – anunciou Zeus – hora do banquete!
Os deuses assentiram e dirigiram-se à mesa, os mestiços seguindo timidamente atrás deles, e sem saberem muito bem onde se sentar. Para seu alívio (e também causando algum nervosismo) os deuses que tinham filhos no Acampamento sentaram-se e deixaram alguns lugares vazios de ambos os lados, para que os jovens se sentassem. Depois de estarem todos nos seus devidos lugares, Zeus, que agora parecia particularmente bem-disposto, levantou-se.
Para quê cerimónias? Pois que comece o banquete. - dito isto, tornou a sentar-se.
avatar
Atena


Dracmas : Infinito
Poder : Deusa da Sabedoria
Pégaso : Amadeo

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
1000/1000  (1000/1000)
Conhecimento:
1000/1000  (1000/1000)
Nível:
5/5  (5/5)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Solstício de Inverno

Mensagem  Micaelis Martin em Seg Dez 26, 2011 10:25 am

Quando cheguei fui ter com Apolo. Estava muito feliz por vê-lo de novo. E ele estava como sempre a resitar poemas e a preseguir ninfas (uau... isto mais parecia um hobby).
- Olá, pai - disse, apertando-lhe a mão.
Depois de uma longa conversa muito animada com Apolo, ouviu-se a voz de Zeus a indicar que o banquete ia começar. Todos nos encaminhamos para a mesa, onde nos sentamos ao lado dos nossos pais.
avatar
Micaelis Martin


Dracmas : 52
Poder : Sol
Pégaso : Blaze

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

http://www.jornaldom.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Solstício de Inverno

Mensagem  Cláudia Silva em Seg Dez 26, 2011 11:28 am

Depois de conversar com a minha mãe, e de cumprimentar Apolo, que me presenteou logo com um poema e um pedido de Hi5, Zeus anunciou então que era hora do banquete.
Eu, como os restantes semi-deuses, encaminhei-me para a mesa, onde a minha mãe reservara 2 lugares de cada lado. Era impressionante como a familia crescia...Quando eu cheguei ao Acampamento, era a única filha de Atena, e agora já tinha 3 irmãos.
Devido ao facto de ainda recentemente, ter roubado o Elmo da minha mãe a Ares, decidi optar pelo lugar mais afastado dele, que era, curiosamente, em frente ao lugar de Apolo.

_________________


Cláudia Silva - Filha de Atena - Monitora da Cabana 6
avatar
Cláudia Silva


Dracmas : 48,5
Poder : Estratégia e Sabedoria
Pégaso : Minerva

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

http://afilhadeathena.tumblr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Solstício de Inverno

Mensagem  André Cavalheiro em Seg Dez 26, 2011 3:52 pm

Estav sentado, ao lado de meu pai. Enquanto os outros conversavam antes do banquete nem tinham dado pela nossa ausençia. Poseidon tinha me levado, para Hawaii em alguns segundos, e tinha-me ensinado umas manobras de surf muito fixes. Estava a divertir-me imenso agora no banquete. Poseidon adorava pregar partidas e sempre que alguem levava o copo á boca a água saltava-lhe para a cara e todos os filhos de Poseidon riam. Depois poseidon deu-me uma pancada no ombro e apontou para o sitio onde Atena comia com os seus filhos. Reparei que ela ia beber água. E apontei para ela de seguida olhando para o meu pai com uma car de " nem penses ela é uma deusa!" Poseidon mexeu os dedos e escondeu um sorriso de seguida quando olhei para Atena ela estava encharcada e olhava para mim com um dedo levantado na sua direção. Os olhos de Atena encheram-se de raiva e os meus de medo. Olhei para o meu pai chateado e ele ria-se como se não houvesse amanhã. Tentei enconher-me na cadeira mas Atena continuava a olhar para mim...
avatar
André Cavalheiro


Dracmas : 87,5
Poder : Mar
Pégaso : Júpiter

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Solstício de Inverno

Mensagem  Poseídon em Seg Dez 26, 2011 10:17 pm

Foi discutida a possibilidade dos deuses activos (Poseídon e Atena) usarem os restantes deuses durante o Solstício para parecer mais realista!

Apolo in action


Estava a tentar comer, sim a "tentar". Parece que uma menina do acampamento não larga os olhos de mim, está a tornar-se irritante, olha para mim e ri-se de tudo o que faço. Ah tem calma Apolo, pode significar que sou tão bom até ao ponto de rirem-se de mim até pelo simples facto de enfiar o garfo na comida. Alice estava a admirar-me, acho-a uma excelente pessoa como filha, embora Cláudia também o seja, mas não como filha, mas como possível amiga se não olhasse para mim daquela maneira...
- Hey pai, acho que te estás a esquecer! - gritou Apolo para Zeus.
- Do quê? - perguntou Zeus com uma cara de vergonha pois era a primeira vez que acontecia algo de errado no Solstício, em termos de organização da festa.
- De brindar! - disse Apolo com um sorriso seguido por um clamor de apoio de todas as "pessoas" presentes na mesa.
- Ah sim, então brindemos por esta união dos deuses e seus filhos! - disse Zeus a levantar-se e erguendo o copo que depois foi seguido por todos e um *tchim* *tchim* ouvia-se ecoando por todo o lado.
Como é natural em mim, comecei a entoar poemas e pequenas canções sobre o Solstício de Inverno e todos me davam atenção.

_________________
avatar
Poseídon


Dracmas : Infinito
Poder : Deus dos Mares
Pégaso : Sicílus

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
1000/1000  (1000/1000)
Conhecimento:
1000/1000  (1000/1000)
Nível:
5/5  (5/5)

http://percyjacksonpt.foruns.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Solstício de Inverno

Mensagem  Poseídon em Seg Dez 26, 2011 10:29 pm

Zeus in action

- Então filho, estás a gostar do Solstício? - perguntou Zeus a Jason, mas depois diz para si «Ah que pergunta de tola e tão obvia (-.-')».
- Ah, sim, claro! - disse Jason com um sorriso esforçado.
- Olha filho, desculpa por não te estar a dar a devida atenção como todos os outros deuses, mas é que não sou muito bom a ser pai, afinal de contas o meu pai não era um pai que me deixasse orgulhoso. - explicou Zeus.
- Ah mas o pai deixa-me orgulhoso, mas tente ser um pouco menos vergonhoso e mais autonomista e acima de tudo não fique tão agarrado à sua reputação. - disse Jason.
- Prometo que irei me esforçar! - disse Zeus dando um abraço forte em Jason.
Não deixei de repara no sorriso do meu filho, parecia que ele já desejava que isto acontecesse à muito tempo. Hey, isto até que é engraçado e está a correr bem para um início de uma nova personalidade.

_________________
avatar
Poseídon


Dracmas : Infinito
Poder : Deus dos Mares
Pégaso : Sicílus

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
1000/1000  (1000/1000)
Conhecimento:
1000/1000  (1000/1000)
Nível:
5/5  (5/5)

http://percyjacksonpt.foruns.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Solstício de Inverno

Mensagem  Poseídon em Seg Dez 26, 2011 11:48 pm

Acho que me arrependi de ter feito aquilo com Atena, ela não gosta muito das minhas brincadeiras... e o meu filho é que ficou com as culpas. Não quero ver o meu filho fulminado! Vou ter de fazer a coisa pior das coisas piores que existe no Olimpo, sim a pior das PIORES!!! Vou ter de desfazer uma partida! É um desastre caótico para um dos humoristas do Olimpo! Olhei para Atena com um olhar de «Fui eu, desculpa», André observava a conversa apenas com os olhares e percebeu como era fantástico, o tio-avô e a sobrinha conheciam-se mesmo muito bem para tal comunicação bem sucedida. Atena desviou o o olhar de mim, um pouco zangada, mas com um sorriso maléfico pelo facto de eu ter desfeito uma partida! Isso ficará marcado no caderno mental de Apolo, ele de certeza que irá meter-se comigo por causa disso no fim do banquete.
Comecei a ficar aborrecido, olhei para Ártemis, e André começou a reparar que eu estava a preparar-me para molhar Ártemis com um jacto de água vinda do seu copo de prata Olímpica. Fiz-lo com um movimento suave com os dedos, Apolo mal viu tal desastre riu-se às gargalhadas e quase ficava sem ar. Arrependi-me severamente de ter feito aquilo, comecei a corar e a ficar atrapalhado quando comia, André reparou em mim e esboçou uma cara de espanto seguida de um sorriso malicioso.
- Aí há coisa, han! - disse André com sarcasmo e dando-me uma leve cotovelada.
- Não digas disparates e come! - disse caindo-me o garfo.
Ah, depois resolverei as coisas com Ártemis, acho que esta partida de mau gosto resultou na perfeição, é bem provável que Apolo já tenha esquecido o momento em que desfiz uma partida.

_________________
avatar
Poseídon


Dracmas : Infinito
Poder : Deus dos Mares
Pégaso : Sicílus

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
1000/1000  (1000/1000)
Conhecimento:
1000/1000  (1000/1000)
Nível:
5/5  (5/5)

http://percyjacksonpt.foruns.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Solstício de Inverno

Mensagem  Cláudia Silva em Ter Dez 27, 2011 11:01 am

O banquete estava a ser bastante animado, mas reparei que Apolo olhava para mim com um ar bastante ofendido. Talvez eu tenha exagerado, pensei, com um ar de culpa. Decidi virar-me para o lado e começar a falar com o Mikurey acerca do banquete.

_________________


Cláudia Silva - Filha de Atena - Monitora da Cabana 6
avatar
Cláudia Silva


Dracmas : 48,5
Poder : Estratégia e Sabedoria
Pégaso : Minerva

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

http://afilhadeathena.tumblr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Solstício de Inverno

Mensagem  Atena em Ter Dez 27, 2011 11:19 am

Artémis

A deusa da caça, ofendidíssima e furiosa, levantou-se do seu lugar e foi ter com Poseídon, sendo sempre seguida das risadas do seu irmão.
- O que é que pensas que estás a fazer? - perguntou ela, com voz venenosa.
- Oh, vá lá, Artémis, relaxa! Foi só uma brincadeira. Os outros não estão zangados!
Ela ia avançar e responder quando sentiu um par de mãos a agarrá-la pelos ombros. Era Apolo.
- Vá lá, maninha! O Algas tem razão: foi uma partida inofensiva!.....E hilariante! - acrescentou entre dentes.
- Não sou tua maninha. - respondeu Artémis, dando meia volta e libertando-se do irmão.
Poseídon suspirou de alívio. Ia começar a escolher a próxima vítima, quando Apolo disse:
- Uh-oh...estás em problemas...ela vai fazer queixinhas.
- O quê?
avatar
Atena


Dracmas : Infinito
Poder : Deusa da Sabedoria
Pégaso : Amadeo

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
1000/1000  (1000/1000)
Conhecimento:
1000/1000  (1000/1000)
Nível:
5/5  (5/5)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Solstício de Inverno

Mensagem  Atena em Ter Dez 27, 2011 11:54 am

O banquete decorria normalmente (o mais que era possível, tendo em conta os intervenientes). A maioria dos convidados estava contente e divertida. Infelizmente, havia alguém que parecia estar tudo menos divertido. Alguém encharcado, que se dirigia a Zeus.
- Pai! - dizia Artémis, que neste momento fazia muito lembrar a sua forma juvenil enquanto Caçadora, batendo o pé e irritada.
Zues olhou para ela e, vendo-a naquele estado, gracejou.
- Querida, mas o que se passou? Ainda nem servimos vinho e já foste mergulhar na fonte? Não sabia que o apelo da Natureza era assim tão grande.
Foi gargalhada geral: até Hades, sempre maldisposto, se desfazia em risos. Artémis, com o orgulho ferido, virava-se e dirigia-se elegantemente ao seu lugar, com as costas bem direitas e uma expressão de superioridade, quando parou subitamente. No meio dos risos, ouvia-se alguém a tossir, a sufocar. Era Hefesto. A deusa ia ignorá-lo, mas percebeu que o seus sufoco não era algo que fora provocado pelo riso.
- Irmão?
Ele parecia não estar a ouvir. A cada momento que passava, ia mudando de cor: de vermelho para roxo. Mas eles eram deuses!, por amor de......oh, esqueçam.
- Irmão, o que se passa? - ela começou a abaná-lo e os restantes ocupantes da mesa pareciam ainda não ter reparado no que se passava.
Ela olhou angustiada para Afrodite, que estava ao lado do marido, e que parecia não ter dado por nada.
- Pai! Pai! ZEUS!!!
Ao grito dela, todos os olhos se voltaram. Demorando ainda alguns momentos a perceber a situação. Então, Hera levantou-se e apressada, foi acudir o filho. De tudo se tentou, mas ele parecia não melhorar. Até que, por fim, ficou completamente imóvel, sendo que os olhos eram a única parte do seu corpo que se movia.
Hera mandou duas ninfas levá-lo aos seus próprios aposentos, e Apolo segui-as, com o pretexto de o examinar. Artémis foi com ele. Ficaram todos em expectativa: esperavam que, a qualquer momento, Hermes se levantasse e dissesse a Hefesto que já se podia mexer, que a brincadeira acabara. Mas isso não aconteceu.
Minutos depois, os gémeos voltaram. Artémis pegou no copo de Hefesto e examinou-o, enquanto Apolo dizia:
- Foi envenenado. Com o quê, não sei; não consegui identificar a substância. Artémis? - disse, dando a palavra a irmã, que levantou os olhos de copo e disse:
- Sei tanto quanto tu. De facto, há alguma coisa que não bate certo. Isto que está neste copo é vinho, mas não só. Há algo misturado. Vê-se pelo brilho que emana. - fez uma pausa e disse - Nunca vi nada assim. Mas de algo tenho a certeza: só um deus poderia arranjar um veneno assim tão poderoso.
Por momentos, ninguém falou. Depois, como se todos se lembrassem que podiam falar, levantaram-se e começaram a acusar-se uns aos outros.
- Foi aquela víbora! - disse Deméter, apontando Afrodite - nunca gostaste dele!
- O quê? Cala-te, sua simplória! Não te metas no nosso casamento.
- Só pode! Ou ela ou o desgraçado do amante! - disse Perséfone. - de certeza que ele tinha alguma preparada para vocês hoje, e decidiram vingar-se!
Outras acusações se ouviam. O Olimpo era assim: em tempo de crise, a culpa era empurrada de uns para os outros.
- Silêncio! - ordenou Atena, em voz autoritária. - Assim não chegamos a lado nenhum. Estamos em plena época sagrada. Não é tempo de discutir isto. Deixemos a semana acabar, e aí trataremos deste assunto. Suponho que ele não morrerá?
- Não. - responderam Apolo e Artémis ao mesmo tempo.
- Óptimo. Se não se importam, gostaria de dar uma palavrinha aos mestiços, em privado.
Ninguém se opôs. Até porque as crianças mortais pareciam bastante abaladas pela cena que acabavam de presenciar. Seguiram a deusa até um canto mais afastado, e ela começou a falar:
- Se formos nós a resolver isto, então nunca ficará nada esclarecido. Precisamos da vossa ajuda.
- O quê? - perguntou Jason - Mas acabou de dizer que...
- Eu sei o que disse. Agora pensa.
- Se eles souberem que estão a ser investigados, ou que estão sob suspeita, então vai ser muito difícil descobrir o culpado - disse Cláudia. Atena assentiu, e Mikurey continuou o raciocínio:
- Acreditando no que a mãe disse e, sendo deuses, subestimando-nos, mesmo que seja quase óbvio que estamos a investigar isto, não nos darão atenção, nem se importarão com as nossas suspeitas.
- Mas, mãe.....vão mesmo todos agir normalmente depois disto?
Atena sorriu, murmurou um "Boa sorte. Sejam discretos." e virou-lhes as costas, indo em direcção aos outros.
Já ninguém estava na mesa de banquete, estando todos espalhados em pequenos grupos; o cenário era semelhante àquele que tinham presenciado à chegada. E havia algo espantoso: já ninguém parecia se lembrar que um deles estava envenenado, não muito longe dali. Parecia que esse facto não passava de um pequeno contratempo e tinha sido varrido das suas mentes. Ninguém parecia dar importância a isso, e estavam todos a divertir-se novamente.
Agora, cabia aos mestiços descobrirem o culpado.
avatar
Atena


Dracmas : Infinito
Poder : Deusa da Sabedoria
Pégaso : Amadeo

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
1000/1000  (1000/1000)
Conhecimento:
1000/1000  (1000/1000)
Nível:
5/5  (5/5)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Solstício de Inverno

Mensagem  Kaito em Ter Dez 27, 2011 12:59 pm

A demanda para encontrar o culpado havia começado. Mikurey olhou para todos os deuses.

-"Certamente que as escolhas mais óbvias serão Ares e Afrodite, e há grandes probabilidades de por causa disso, não serem nenhum deles. Portanto..." - pensou ele

Sentido-se arrojado, Miku olhou para Apolo e parou ao pé do deus

- Então a festa está a ser do seu agrado? - perguntou ele,com um sorriso cínico

_________________
avatar
Kaito



Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Solstício de Inverno

Mensagem  Cláudia Silva em Ter Dez 27, 2011 1:15 pm

Ora aqui está uma excelente altura para dar uso ao meu elmo, pensei. Os deuses estavam todos a conversar em pequenos grupos, ninguém daria pela minha falta.
-Malta, - disse eu, aos semideuses - vou usar o meu elmo para vigiar Ares e Afrodite, penso que são eles os nossos suspeitos principais. Vocês fiquem com os outros, ninguem fica fora de suspeita, e tentem ser discretos.

Eles concordaram, e começaram a organizar-se, enquanto eu me escapulia para detrás de uma coluna e colocava o meu elmo, tornando-me invisível.

Ares e Afrodite estavam junto a uma fonte, conversando, e eu aproximei-me deles, ouvindo uma conversa muito estranha.

_________________


Cláudia Silva - Filha de Atena - Monitora da Cabana 6
avatar
Cláudia Silva


Dracmas : 48,5
Poder : Estratégia e Sabedoria
Pégaso : Minerva

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

http://afilhadeathena.tumblr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Solstício de Inverno

Mensagem  Micaelis Martin em Ter Dez 27, 2011 2:07 pm

Uma das teorias de como Hefesto partiu a perna foi que Hera com a imperfeição do filho decidiu expulsá-lo do Olimpo, atirando-o ao mar, ou seja, seria óbvio que Hera ainda quisesse acabar com ele. Procurei-a por todo o Olimpo e encontrei-a sentada num banco do jardim.


Última edição por Micaelis Martin em Ter Dez 27, 2011 2:33 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Micaelis Martin


Dracmas : 52
Poder : Sol
Pégaso : Blaze

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

http://www.jornaldom.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Solstício de Inverno

Mensagem  Aline em Ter Dez 27, 2011 2:26 pm

Fui olhando para cada um dos deuses. Nenhum parecia culpado, ou sequer suspeito.
Mas dando em conta os raciocínios: ele foi envenenado pelo vinho, sendo que o deus do vinho é Dionísio, Afrodite ficou quieta demais, como se já soubesse o que aconteceria, Hera,jogou Hefesto do Olimpo quando ele era bebé, pode ter sido mais uma tentativa de se livrar dele.
De qualquer modo, só pensando não se chega a nada. Olhei em volta, os deuses já estavam calmos.
A Cláudia foi até a fonte, investigar os principais suspeitos, Miku foi falar com Apolo, eu pensei em dar um "oi" ao senhor D.
— Oi, senhor D.—falei.


Última edição por liiih em Ter Dez 27, 2011 2:42 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Aline


Dracmas : 13
Poder : Sabedoria e Estratégia
Pégaso : Nenhum

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

http://www.linedalua.tumblr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Solstício de Inverno

Mensagem  Atena em Ter Dez 27, 2011 2:36 pm

Afrodite

À medida que todos saíam da mesa, Afrodite foi vaguear um pouco. Enquanto se levantava, fez um leve sinal com a cabeça a Ares. Ele percebeu a mensagem e, dois minutos depois, estavam juntos num recanto mais escondido.
- E agora? - sussurrou ela, parecendo aflita.
Ele abraçou-a e disse:
- Calma...não há provas lembras-te? Podem acusar-nos, mas não podem ter certezas.
- Eles não precisam de provas para condenar!
- Mas há outros....há outras...possibilidades...
- Claro! - exclamou Afrodite - O miúdo...ah, a perfeição em pessoa! Ele enoja-me...Esconde aquele carácter violento por detrás de toda aquela fachada de piropos e olhares derretidos...
- Hum? - Ares parecia um pouco surpreendido, mas depois pareceu perceber - Oh, ele.
- Sim! Só eu sei como ele é....Parece que não se lembram... Adversário digno em Tróia. Aquela sagacidade e violência, aquele temperamento tempestuoso....e ainda dizem que o Algas é maldisposto... - Afrodite dizia tudo isto ressentida, com amargura na voz.
- Mas, querida....Sabes que ele é...o menino do meu Pai...Atena pode ser a favorita, mas ele...ele não lhe fica atrás - lembrou Ares - O fedelho deveria estar no Tártaro a fazer companhia ao avô há milhares de anos...se não fosse a sua maldita mãe...Além do mais, ninguém o diz, mas todos o temem.
- Isto não pode ficar assim! Ah, o farsante... só ele poderia ter feito semelhante veneno. Temos de dizer a Zeus!
- Não façamos espectáculo; quando os festejos acabarem, defender-nos-emos perante meu Pai. Até lá, não levantes suspeitas.
Afrodite ia responder, mas depois calou-se, e concordou, resignada:
- Repito: isto não fica assim. Não serei eu, descendência de Urano, ultrajada desta forma!
avatar
Atena


Dracmas : Infinito
Poder : Deusa da Sabedoria
Pégaso : Amadeo

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
1000/1000  (1000/1000)
Conhecimento:
1000/1000  (1000/1000)
Nível:
5/5  (5/5)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Solstício de Inverno

Mensagem  Atena em Ter Dez 27, 2011 2:41 pm

Hera

- Olá filho! Como te posso ser útil?
A pergunta fora feita num tom amável e atencioso, mas algo parecia faiscar nos olhos da Senhora do Olimpo. Não era difícil descobrir: ela era a Deusa da família, e o mestiço que a ela se dirigia era a criança que nascera de um dos frutos das traições do seu marido. Aquela criança não era da família. Pelo menos, da sua.
avatar
Atena


Dracmas : Infinito
Poder : Deusa da Sabedoria
Pégaso : Amadeo

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
1000/1000  (1000/1000)
Conhecimento:
1000/1000  (1000/1000)
Nível:
5/5  (5/5)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Solstício de Inverno

Mensagem  Cláudia Silva em Ter Dez 27, 2011 2:48 pm

Percebia-se a amargura na voz da deusa da beleza. Não tinham sido eles, pensei. Era óbvio que, quem fizera aquilo, sabia que eles seriam os bodes expiatórios.

-O miúdo...ah, a perfeição em pessoa! Ele enoja-me...Esconde aquele carácter violento por detrás de toda aquela fachada de piropos e olhares derretidos...

Eu sabia quem ele era. Apolo. Mas faltava um motivo. Fui contemplando o Olimpo enquanto pensava. Maighel estava a falar com Jason. Maighel. E então lembrei-me: na sua 1ª missão, Hefesto roubara a flecha sagrada de Apolo. Isso era um excelente motivo para um envenenamento.

O deus do sol estava a falar com o Mikurey, logo, não valia a pena ir ter com ele. Mikurey deveria dar conta do recado, afinal era também filho de Atena. Se calhar tinha-se lembrado da querela entre os dois, e fora ter com ele por isso.

Mas também não valia a pena estar a ouvir mais aqueles dois.

- Mas há outros....há outras...possibilidades...

Apolo era apenas uma especulação, muitos no Olimpo tinham o motivo. Depois lembrei-me de algo. Alguém podia ter envenenado Hefesto já a pensar que Ares e Afrodite seriam considerados culpados. Comecei a pensar nas pessoas que se queriam vingar deles, e uma ideia surgiu-me á mente: Atena.

A minha mãe também tinha um bom motivo para se vingar de Ares: ele roubara-lhe o elmo. Era muito penoso para mim desconfiar da minha mãe, mas tinha de o fazer.

Em passos lentos, encaminhei-me até á minha mãe, que estava a falar com Artémis, e escutei a conversa.


Última edição por Cláudia Silva em Ter Dez 27, 2011 3:08 pm, editado 1 vez(es)

_________________


Cláudia Silva - Filha de Atena - Monitora da Cabana 6
avatar
Cláudia Silva


Dracmas : 48,5
Poder : Estratégia e Sabedoria
Pégaso : Minerva

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

http://afilhadeathena.tumblr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Solstício de Inverno

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 5 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum