Percy Jackson Portugal
Faça o seu registo/login! É muito importante para poder usufruir das nossas actividades! Very Happy

Divirta-se! Razz

Caça da Bandeira - nº2

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Caça da Bandeira - nº2

Mensagem  Kaito em Seg Jan 16, 2012 10:49 pm

Kaito, que se levantava completamente desnorteado, sabia perfeitamente que no estado em que encontrava, não conseguiria ir longe para escapar a André. Mas combate frente a frente era também arriscado. Então, o semi-deus, procedeu a atar uma corda entre duas árvores, ao nível do chão, e deixou esta bem visível. Procedeu depois a subir a uma dessas árvores e esconder-se, e tentou fazer o máximo do seu esforço para se mante lá em cima, sem cair. Quando André chegou ao local, deparou-se imediatamente com a corda. De uma gargalhada e disse:

- Tu para um filho de Atena, não és assim muito inteligente, pois não. Achavas mesmo que eu iria cair nesta?

André passou por cima da corda, mas isso era exactamente o que Kaito estava á espera que ele fizesse. Saltou de cima da árvore, enterrando os joelhos nas costas do seu adversário, o que o fez ir ao chão. Ainda em cima dele, fez-lhe um corte no braço direito, suficiente para que este não pudesse utilizar o mesmo. André, libertando o braço esquerdo, rebolou para o lado e empurrou Kaito. Os dois levantaram-se.

- Peço desculpa, estavas a dizer o quê? - disse o filho de Atena, sorrindo

_________________
avatar
Kaito



Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Caça da Bandeira - nº2

Mensagem  Micaelis Martin em Seg Jan 16, 2012 11:16 pm

Procurei por um buraco onde estaria Kaito e Claudia mas nao encontrei. Certamente, ja se teriam libertado e continuado. Era uma optima altura para correr para a fronteira inimiga, roubara a bandeira vermelha e fugir. E foi isso que fiz, num passo cauteloso avançei na direcçao da fronteira, ao lado conseguia ouvir combates mas continuei a andar. Fiquei surpreendido ao ver uma enorme "parede" de raios, era sem duvida obra de Jason. Seria complicado passar pela parede... De repente, reparei num corpo deitado no chao perto aos raios. Aproximei-me lentamente e começei a identifica-la... era Claudia. Afastei-a mais da parede de raios, ela estava inconsciente e ferida. Começei a cantar de modo a cura-la. Ela abriu os olhos.
- Ola - disse eu, sorrindo. - Nao temos muito tempo antes de virem mais adversarios. Vamos buscar a bandeira.
Chamei o meu pegaso, Blaze, ajudei Claudia a subir, e voamos por cima da parede de raios, aterrando na fronteira inimiga.


Última edição por Micaelis Martin em Seg Jan 16, 2012 11:54 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Micaelis Martin


Dracmas : 52
Poder : Sol
Pégaso : Blaze

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

http://www.jornaldom.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Caça da Bandeira - nº2

Mensagem  Convidad em Seg Jan 16, 2012 11:36 pm

OFF: Não sei se esse post do Filho de Apollo será válido,porque se verem no Meu Post,eu mencionei que o Raio já a pegou e feriu ela bastante e eu estava escondida longe a metros da barreira de raios,pois fiz meus ataques de Longe.Espero que algum ADM veja isto e fale o que acontecerá.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Caça da Bandeira - nº2

Mensagem  Micaelis Martin em Seg Jan 16, 2012 11:42 pm

OFF: Ja alterei. Se houver mais algum erro eh so dizer.
avatar
Micaelis Martin


Dracmas : 52
Poder : Sol
Pégaso : Blaze

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

http://www.jornaldom.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Caça da Bandeira - nº2

Mensagem  Convidad em Ter Jan 17, 2012 12:00 am

OFF: Creio que meu post cancelará algumas das ações de Micaelis, como a de resgatar Cláudia

Ainda nas sombras, tomo um enorme susto quando vejo enormes raios caindo dos céus. Infelizmente os raios iluminaram o bosque, me obrigando a sair da invisibilidade das sombras. Com medo, porém destinado a lutar, embanho minha nobre espada. Corro na direção da bandeira de minha equipe imaginando que lá estaria ocorrendo algo. Então vejo Cláudia, a bela filha de Atena, a pobre garota estava presa em baixo de um raio e parecia inconciente. Também vejo Kaito, outro filho de Atena, o mesmo estava enfrentando meu companheiro André.

"Não devo interferir novamente nas batalhas de André, creio que ele cuida disso"

Após observar o local me deparo com uma garota. Ela era simplismente a jovem mais linda que eu ja vira no acampamento, sua pele levemente bronzeada, combinava perfeitamente com seus olhos de cabelos castanhos, da cor de lindos corais. Ela provavelmente era filha de Poseidon, pois estava em um riacho, no qual ela parecia muito familiarizada. Apesar de usar o uniforme do time vermelho, eu infelizmente eu não conhecia aquela jovem, e nem sabia seu nome. Respirei fundo, e após tomar coragem, fui em sua direção e pouco antes de chegar no riacho eu disse:

-Olá, sou Rory Flanagan Berry, filho de Hades... Qe-Quem é você? - Gaguejei um pouco, pois estava nervoso na presença da bela jovem.

-Oi, sou Anna Zeroon, filha de Poseidon, somos da mesma equipe poderiamos avançar juntos? - Ela falava com tamanha simpatia, o que fez eu me encantar ainda mais.

Acenti com a cabeça. E logo a jovem me puxou pelo braço, para dentro do raso riacho. O toque dela me deu um certo arrepio, pelo fato de ser filho de Hades as pessoas não tocavam muito em mim, mas ela pareceu não se importar. Estava bobo, porém consegui ouvir barulho de passos, e após dirigir meu olhar para o barulho. Percebo que era o jovem filho de Apolo, Micaelis Martin, da equipe azul, ele estava se dirigindo até Cláudia, quando nos viu. Ele logo ataca três flechas, fiquei muito impressionado, ele mal nos viu e já disparou com tamanha velocidade. Eu por reflexo, atirei-me na frente de Anna e com a espada desviei duas das flechas. Porém a ultima acertou meu ombro esquerdo. Fiquei constrangido, em um ato de heroismo eu defendi Anna, porém acabei sendo ferido. Estiquei meu braço direito na direção do arqueiro e com minha geocinese atirei cinco pedras, pedras que estavam na beira do riacho, na direção do inimigo. Antes mesmo do rapaz atirar outras flechas, as pedras o atingiram, fazendo seu arco cair. Usei novamente meu poder sobre a terra, abrindo então um buraco no chão e aprisionando o arco na terra, após fechar o buraco. Senti uma forte pontada no ombro esquerdo, e até me senti tonto, devido a dor que a flechada me causara. Friamente retirei a flecha do ombro e disparei em direção do inimigo.

-Fique aqui Anna, aqui estará segura! - Disse parecendo ser um heroi, coisa que não era

Micaelis já estava com sua espada quando eu cheguei até ele. O jovem parecia estar muito familiarizado com a arma, pois defendeu facilmente o corte diagonal que eu fizera. Enfurecido, por causa da flechada que tomei, eu investi feito louco. Disparei-lhe cortes diagonais, horizontais e tentei até um vertical, tentando acertar-lo por todas as direções, porém o jovem semi-deus defendeu todos meus golpes. Após um tempo, depois de muitos corte e defesas, ficamos cansados e por fim estamos espada por espada, um tentando fazer mais força para empurrar o outro. Mas nenhum de nós cedia.

"Pai por favor, me envie um guerreiro"

Dito e feito, seja lá quem me ouviu, atendeu meu pedido. Um soldado esqueleto começou a sair da terra. Primeiro saiu só o braço, e assim segurou o pé esquerdo do filho de Apolo. Ainda competindo com as espadas, Micaelis, virou o rosto para olhar o que se agarrava a seu pé. Neste momento virei a espada, terminando o confronto de força. Micaelis voltou o olhar para mim e foi quando eu dei-lhe um forte soco no nariz. Para dar o soco, usei o punho esquerdo, e por isso senti uma forte dor em meu ombro. O inimigo, devido ao fato de estar sendo segurado pelo pé, perdeu o equilibrio e então caiu para trás. O soldado então saiu completamente da terra, e segurou os braços de Micaelis.

"O soldade não conseguirá segurar por muito tempo, devo agir"

O soldado, aparentemente um esqueleto espartano, segurou o máximo que pode, porém o filho de Apolo foi mais forte e então se soltou. Os braços do soldado escaparam, mas logo voltaram ao normal. A luta estava dois contra um. Da terra então saiu uma lança bem envelhecida, e logo o esqueleto a empunhou. Eu e meu criado estavamos rodeando Micaelis, mas antes mesmo que podessemos atacar ele se levanta e fica bem atento, pronto para evitar qualquer golpe. Porém aconteceu algo que nenhum de nós esperavamos. Anna investiu um corte na vertical, de cima para baixo, na direção de Micaelis. Neste momento ele ficou indefeso, pois estava segurando o golpe, deixando sua espada na horizontal. Aproveitando a oportunidade bati o mais forte que pude com o cabo da espada na nuca do jovem, assim fazendo o mesmo desmaiar. Meu soldado então pegou o adversario pelo braço e o ficou segurando ao nosso lado. Percebi que Anna estava seca e por isso tive uma ideia. Andei até o riacho, acompanhado por Anna e por meu soldado que segurava a vitima.

-Obrigado Anna, você me ajudou muito... - Disse muito sem graça.

-Você também me aju... Espera, você está ferido - Disse ela, enquanto apontou para meu ombro

O meu soldade largou o inimigo desmaiado no riacho, então a garota me induziu a ajoelhar-se no riacho. Ela colocou a mão na água e após pegar um pouco de água ela colocou a mão em meu ombro. Após isso senti uma forte reavitalização, então meu ferimento foi curado. Me senti enormemente grato, e fiquei até corado. Dirigi meu olhar para Micaelis e como num passe de mágica a terra abriu e o engolia para dentro. Antes mesmo do buraco estar cheio de água, devido ao fato de estarmos dentro do riacho, eu o fechei. Deixando Micaelis dentro de um buraco fechado, com água até a metade, restando um pequeno espaço para respirar. Porém como era um buraco, o ar não seria suficiente por muito tempo. Agora só estava eu, Anna e meu soldado esqueleto.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Caça da Bandeira - nº2

Mensagem  Micaelis Martin em Ter Jan 17, 2012 12:32 am

OFF: Rory, eu ja tinha resgatado Claudia e ja estavamos a voar para o outro lado. Acho que tens de alterar o teu post.
avatar
Micaelis Martin


Dracmas : 52
Poder : Sol
Pégaso : Blaze

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

http://www.jornaldom.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Caça da Bandeira - nº2

Mensagem  Convidad em Ter Jan 17, 2012 12:41 am

OFF: Micaelis, como disse antes provavelmente interferi nestas ações. Eu e Anna estavamos ali por perto e era muito pouco provavel que você passasse por nós e nós não fizessemos nada. Creio que você deveria ter tomado em conta o fato de que eu e Anna tentariamos impedir-lo já que nós estavamos lá.

E como disse em meu post:
"Percebo que era o jovem filho de Apolo, Micaelis Martin, da equipe azul, ele estava se dirigindo até Cláudia..."

Enquanto você se dirigia até Cláudia, nós nos encontramos...

Mas RPG é relativo ao entendimento de cada um, eu vi de uma forma e você de outra, creio que será melhor esperar algum ADM para definir isto.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Caça da Bandeira - nº2

Mensagem  Cláudia Silva em Ter Jan 17, 2012 2:49 pm

Off: não há nenhum riacho á entrada do campo de morangos...
É melhor esperar por um administrador para definir isso também.

_________________


Cláudia Silva - Filha de Atena - Monitora da Cabana 6
avatar
Cláudia Silva


Dracmas : 48,5
Poder : Estratégia e Sabedoria
Pégaso : Minerva

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

http://afilhadeathena.tumblr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Caça da Bandeira - nº2

Mensagem  André Cavalheiro em Ter Jan 17, 2012 2:50 pm

Há riachos pela floresta toda! ate apareçem nos livros de PJ
avatar
André Cavalheiro


Dracmas : 87,5
Poder : Mar
Pégaso : Júpiter

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Caça da Bandeira - nº2

Mensagem  Cláudia Silva em Ter Jan 17, 2012 2:55 pm

Mas aquilo não é na floresta, mas sim na entrada do campo de morango.

_________________


Cláudia Silva - Filha de Atena - Monitora da Cabana 6
avatar
Cláudia Silva


Dracmas : 48,5
Poder : Estratégia e Sabedoria
Pégaso : Minerva

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

http://afilhadeathena.tumblr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Caça da Bandeira - nº2

Mensagem  Cláudia Silva em Ter Jan 17, 2012 4:51 pm

5 minutos debaixo de um raio foram o suficiente para me acordar. Eu abri os olhos. Aquilo era uma visão impressionante. Sentia todas as células do meu corpo a vibrarem . O meu coração batia loucamente, parecia que queria saltar do peito. Eu soltei um grito horrivel. As lágrimas corriam-me pela cara. No meu ouvido ecoava uma canção distante, bela e doce...aquela voz não me era estranha. Lentamente, arrastei-me para fora da zona de raios. Eu tinha um aspecto lastimável. Eu estava ensopada, as minhas roupas estavam totalmente esburacadas, e a minha pele estava repleta de queimaduras de 2º e 3º grau, e o meu cabelo estava totalmente na vertical, metade já queimado. Tacteei o meu casaco á procura de ambrósia. As minhas mãos pareciam que estalavam. Alcancei a ambrósia e comi um pedaço generoso. Soltei um longo gemido enquanto sentia 2 camadas completas da minha pele a regenerarem-se.
Atrás de mim ouvi um riso de troça, e um segundo depois, uma lâmina encostou-se ao meu pescoço.
-Que tal foi o churrasco? - Rory estava de cócoras atrás de mim, e eu estava desarmada.
Eu sorri, mas os meus olhos estavam completamente cinzentos.
-Quem é a tua nova amiguinha? - perguntei, para o distraír. Eu via uma rapariga no riacho, ao lado de um esqueleto, obviamente obra dele. Pareciam que estavam de guarda a algo. Uma arma caída ali perto revelou-me logo que esse "algo" era Mike.
Rory ficou um bocado atrapalhado, e eu aproveitei por atacar. Foi muito rápido. Num momento eu estava desarmada, no momento a seguir Sofía estava na minha mão, e no outro ela estava espetada no pé direito do filho de Hades. Ele nem viu.
-É a AnnAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH! - ele olhou para o pé. Eu dei-lhe uma cotovelada no joelho direito, e ele caiu, gritando. Eu imediatamente me levantei, chutando Elbereth, que voara com a queda do seu dono. Coloquei o meu pé no peito de Rory, pressionando-o contra o chão, e agarrei com força na sua perna direita.
-Isti vai ser rápido! - disse eu a Anna. - Ou libertas imediatamente Mike, ou o teu amigo vai sofrer.
O esqueleto caíra no chão. Rory estava pálido de dor. Anna depressa libertou Mike, enquanto o seu amigo gritava.

_________________


Cláudia Silva - Filha de Atena - Monitora da Cabana 6
avatar
Cláudia Silva


Dracmas : 48,5
Poder : Estratégia e Sabedoria
Pégaso : Minerva

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

http://afilhadeathena.tumblr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Caça da Bandeira - nº2

Mensagem  Convidad em Ter Jan 17, 2012 5:11 pm



Anna,após libertar Mike,o mesmo ainda desmaiado,A mesma tirará a espada e o Pé do peito de Rory,rapidamente,ela via na direção do mesmo,mas vi que ela ainda estava molhada e rapidamente,Anna usa seu poder de Controle da Água e a tira da mesma,fazendo voltar na cara de Cláudia,fazendo-a cair meio Tonta,era o tempo de Anna correr até ela e disferir um Chute na cabeça,fazendo-a desmaiar,quando seu amigo começou a Acordar,fazendo Novamente Anna dar um soco em sua cabeça e faze-lo desmaiar novamente.Anna agora,tinha seu amigo ferido,então,pegou a água de Anna e jogou em Rory,assim,usando seu poder para cura-ló..

-- Priminho,tomas mais cuidado.

Então rapidamente,Anna Pega uma corda que levará para esta Caça a Bandeira,assim,desarmando Cláudia,tirando-a a espada e as armas,além do Nectar e a Ambrósia,fazendo o mesmo com Mike.Logo após Anna amarrar Cláudia,faz a mesma coisa com Mike e o amarra novamente com a corda de Cláudia.Logo após,pegando a água que jogara em Cláudia da roupa dela mesmo,que agora estava seca mas os dois estavam bem ao lado do Riacho ,jogando em Rory.

-- Calma Rory,vou cura-ló!!

Então rapidamente,Anna usa seus Poderes para curar seu amigo,e Rory com raiva,abre um buraco e os faz cair lá dentro logo após fechando,assim,se eles cavarem,a água do Riacho entrará lá dentro e os fará desmaiar afogados.

-- Vamos sair daqui! PIIIIIII!

Agora,rapidamente Anna agarra a mão de Rory os dois Saem correndo, e aquele barulho era o Apito que seu Meio-Irmão André deu ANTES DA CAÇA A BANDEIRA para chamar seu pégaso caso precise,ele ficou nos rodeando até corrermos demais e chegarmos a floresta enfim,e parando na beira do Rio depois dos Estábulos,perto da fronteira inimiga e rapidamente,Anna cura Rory do cançado,mas fica mais cansada ainda,assim,Rory agora com forças,Entra na Sombra de uma árvore e fica invisível,a árvore fica perto do rio e Anna entra no Rio,ficando lá no Fundo,respirando e descansando.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Caça da Bandeira - nº2

Mensagem  Alice em Ter Jan 17, 2012 10:44 pm

Quando chegara, a caça já tinha começado. Felizmente, ainda nenhuma equipa tinha um grande avanço sobre outra. E eu e Aline vagueávamos perto da bandeira, tentando avistar o máximo possível. Quando não consegui ver grandes coisas, comecei a ficar impaciente e, afastando-me um pouco da minha colega, subi a uma árvore. Peguei então no arco, muni-o de uma flecha e fiquei em guarda.
Depois de um bocado, comecei a ouvir passos. Pûs-me à escuta e tentei perceber de onde vinha o som, mas não tive que esperar muito, pois momentos depois apareceram dois mestiços. Eram ambos novos no acampamento, e tinha apenas a vaga ideia de que eram filhos dos Três Grandes.
"Paciência. São novatos! Tenho obrigação de dar conta do recado."
Então, sem avisar, larguei a corda e a minha flecha voou na direcção deles, como um aviso para não se aproximarem. Por um momento, ficaram confusos, sem saber o que acontecera. Depois, a rapariga descobriu-me. Tornei a pegar numa flecha, e desta vez o alvo foi carne humana, mais especificamente o tornozelo dela.
"Prontos. Fora de combate por um pouco."
Pôs o arco de novo nas minhas costas e, tirando as minhas adagas, saltei da árvore e corri para Rory, o rapaz. Ele parecia querer ajudar a companheira, mas pôs-me no caminho.
- Então? Não te preocupes com os outros quando estás sob ataque!
avatar
Alice


Dracmas : 65,5
Poder : Sol
Pégaso : Dementia

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Caça da Bandeira - nº2

Mensagem  Micaelis Martin em Ter Jan 17, 2012 10:45 pm

Acordei num local escuro e humido, parecia uma gruta mas nao havia saida. Estava atado com uma corda, caido no chao. Estava muito fraco por nao ter contacto com a luz do Sol mas consegui criar uma pequena bola de luz para conseguir ver melhor o local e pelo menos estar iluminado. Vi que Claudia tambem estava la presa, acordada, ficando impressionada com a repentina apariçao de luz.
- Ola - disse eu, como se nao estivessemos presos debaixo da terra - Podes-me explicar o que aconteceu?
Claudia contou-me tudo o que tinha acontecido.
- Juro aos deuses que me vou ajustar contas com aqueles dois. - gritei, quando me lembrei... - A tua faca volta sempre para a tua mao, nao eh?
- Sim, porq... - parou de falar sabendo a minha ideia.
A faca apareceu nas suas maos e começou a cortar as suas cordas com cuidado. Quando se soltou, começou a cortou as minhas cordas, soltando-me.
- Obrigado - disse eu, a sorrir.
- De nada.
Começei a pensar em como poderiamos sair dali ao mesmo tempo que pedia ajuda tambem a Apolo. Passados 15 minutos, começou-se a abrir um pequeno buraco na parede de terra e de la sairam mais de 50 ratazanas de varias cores, so podiam ter sidos enviados por Apolo. Pedi-lhes para começarem a escavar de modo a abrirem um buraco no tecto, por causa, da agua o buraco pequeno tornar-se-ia grande o suficiente para passar-mos.
- Temos de deixar a agua entrar e assim poderemos nadar ate cima. - disse eu, escondendo o medo da minha voz, e dei-lhe a mao. - hum, eh melhor mantermo-nos juntos para que nenhum fique para tras e morra afugado.
A agua entrou rapidamente no tunel e começamos a nadar para a superficie. Quando chegamos a superficie sentia-me muito melhor com o sol a bater-me na pele. Nadamos ate terra, onde nos secamos com o calor do sol.

OFF: No caso de algum erro, por favor, avisem.


Última edição por Micaelis Martin em Ter Jan 17, 2012 11:16 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Micaelis Martin


Dracmas : 52
Poder : Sol
Pégaso : Blaze

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

http://www.jornaldom.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Caça da Bandeira - nº2

Mensagem  Convidad em Ter Jan 17, 2012 10:52 pm

OFF: Alice: Eu estava invisivel, mas tudo bem, finja que quando Anna foi atingida eu sai das sombras...

Micaelis:Não sei se vc consegue chamar Ratazanas, mas enfim...
E Anna não está mais ai, ela já esta perto da Bandeira de vocês, e em um futuro confronto com Alice.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Caça da Bandeira - nº2

Mensagem  Percy Lovegood em Ter Jan 17, 2012 11:00 pm

Estava a ficar um pouco chateado, pois não tinha participado em nenhuma guerra até agora. Mas isso era bom, porque estava ainda super refrescado e os outros já deviam estar cansados. A noite já era a mestra do céu e tinha aproveitado a treinar um novo truque mais complicado. Tinha lido num livro, os filhos de Zeus saiem-se muito bem em batalhas se usarem correntes de ar razoavelmente fortes. Um passo mal medido e a minha corrente derrubava o adversário surpreendendo-o. Já estava pronto para pôr em prática tal truque. Enfim, tinha de ir para a ação. Comecei a avançar para o Punho de Zeus e super atento às árvores, na outra caça os filhos de Apolo foram demasiado perspicazes nas árvores. Corri com a ajuda de correntes de ar o que me aliviava o fôlego. Já no fim do mato para passar a campo aberto (clareira) vi Anna ferida no tornozelo.
- Leva-me a um poço de água. - disse Anna.
Haviam algumas poças de água a uns poucos metros dela. Carreguei-a ao colo e levei-a para perto de uma. Rapidamente ela estendeu a mão tocando na água apontando para o seu tornozelo e a ferida sarou. Era incrível o seu poder de cura.
- Pronta para usar água com vento? - disse.
- Sim! - respondeu Anna com um sorriso.
Vi Rory a lutar com Alice, pareciam bastante ocupados, não ia estragar a sua batalha. Apenas fiz um gesto calculoso com a mão e foi o suficiente para que Alice caísse com a massa de vento formada.
- Vamos! Aline deve de se juntar à guerra em instantes.


Última edição por Jason Grace em Ter Jan 17, 2012 11:08 pm, editado 1 vez(es)

_________________
avatar
Percy Lovegood


Dracmas : 71,5
Poder : Raios e Ar
Pégaso : Black Pearl

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Caça da Bandeira - nº2

Mensagem  Micaelis Martin em Ter Jan 17, 2012 11:07 pm

OFF: Rory, Apolo eh deus dos ratos e ratazanas, sendo que elas foram enviadas por Apolo.
Desculpem o erro quanto a Anna, vou alterar o post.
avatar
Micaelis Martin


Dracmas : 52
Poder : Sol
Pégaso : Blaze

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

http://www.jornaldom.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Caça da Bandeira - nº2

Mensagem  Convidad em Ter Jan 17, 2012 11:10 pm

OFF: A tudo bem, Cláudia já me explicou, desculpe minha ignorancia ^^...
Agora vou postar ^^

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Caça da Bandeira - nº2

Mensagem  Convidad em Ter Jan 17, 2012 11:39 pm

Fiquei amedrontado com a habilidade dos filhos de Apolo, a linda e jovem Alice acertou o tornozelo de Anna com tamanha maestria que fiquei impressionado. Anna tremeu e se apoiou em meu ombro, a segurei. Jason, meu primo filho de Zeus, acabara de chegar e logo ajudou Anna. Neste momento respirei fundo e empunhei minha espada. Alice já estava com suas adagas, e ela parecia muito familiarizada com a mesma. Eu dei um golpe vertical e ela defendeu usando as duas adagas um pouco acima de sua cabeça. Eu dei um corte pela esquerda, e ela defendeu com uma das adagas, e com a outra investiu um corte em minha coxa. Graças aos deuses neste momento Jason me ajudou, ele lançou uma rajada de ar, suficiente para derrubar Alice. Logo que ela caiu no chão eu agi. Quatro mãos brotaram da terra, todas eram ossos muito envelhecidos, duas seguravam os tornozelos, e outras duas seguravam os punhos. Alice estava com um olhar amedrontado, claro eu também estaria se ossos me prendessem ao chão. Ela se debatia com intenção escapar, mas os ossos estavam a segurando firmemente.

"Presiso criar algo para prender-la por tempo suficiente, até que eu pegue a bandeira..."

-Alice me desculpe por isso, mas sabe, é só um jogo...

Alice estava presa no chão, então ela começou a afundar enquanto os esqueletos subiam. Chegou uma hora na qual Alice estava afundada na terra até o pescoço e os esqueletos estavam fora do solo. Um dos soldados empunhava uma lança e com o cabo dela bateu na cabeça de Alice, a mesma desmaiou imediatamente. O outro soldado empunhava uma espada, assim como eu.

-Está na hora de pegarmos a bandeira...

Corri o máximo que pude em direção ao Punho de Zeus, meus soldados estavam me acompanhando, claro. Após alguns instantes, encontrei Anna e Jason.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Caça da Bandeira - nº2

Mensagem  Cláudia Silva em Qua Jan 18, 2012 4:39 pm

Eu e Micaelis estavamos agora forda do buraco. Estávamos tão perto da bandeira, e no entanto.....ainda tinhamos de passar pelos raios. E eu não queria voltar a ser queimada. Ao longe conseguia ver vultos lutando perto do Punho de Zeus. Tinhamos de nos despachar. Eu tinha achado impressonante a maneira como Mike tinha "chamado" os ratos para escavar a terra. Era isso! Uma ideia formou-se na minha mente. Não podíamos passar pelos raios, mas podíamos passar por baixo deles.
-Mike! - disse eu - Consegues voltar a fazer aquilo dos ratos?
-Sim! - exclamou ele. - Agora que edtou cá fora, estou mais poderoso, posso cgamar muitos mais. Mas o que queres ao certo que eles façam?
-Um túnel. 2 metros por 50 cm chega perfeitamente. Tem de passar por baixo dos raios. Depois é só resgatar a bandeira.
Ele percebeu logo. De todo lado chegaram ratos. Dezenas de ratos. Devia ser uns 200, e começaram logo a cavar. Eu e Mike também ajudamos, eu com Sofía, e ele com a sua espada, que estava caída a alguns metros do riacho. Passados 5 minutos, estava pronto.
Eu fui a primeira a entrar, seguida pelo filho de Apolo. O tunel era estreito, mas nós lá conseguimos passar. Quando saí, estava a 5 metros da bandeira....e Maighel estava á minha frente.
-Engenhoso! - disse ele, sorrindo. - Mas terão de passar por mim!
Não foi dificil. A vantagem numérica levou a melhor, uma vez que ele não conseguia defender por dois lados ao mesmo tempo. Mike imobilizou-o, e eu amordacei-o, e amarrei-o a uma árvore.
Juntos, eu e Micaelis pegamos na bandeira vermelha, e levamos-la para nossa território.

_________________


Cláudia Silva - Filha de Atena - Monitora da Cabana 6
avatar
Cláudia Silva


Dracmas : 48,5
Poder : Estratégia e Sabedoria
Pégaso : Minerva

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

http://afilhadeathena.tumblr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Caça da Bandeira - nº2

Mensagem  Convidad em Qua Jan 18, 2012 4:49 pm

OFF: Eu, Jason e Anna estamos muito perto da bandeira,e pelo fato de não termos de cavar ou lutar com ninguem, eu irei fazer também uma tentativa de ganhar o jogo.

Corremos em direção a bandeira, e lá encontramos Aline. Jason correu em sua direção e começou a lutar com a mesma. Peguei na mão de Anna e corremos até a bandeira, pegamos a mesma e partimos em direção ao nosso campo.

"Droga devo ir mais rapido, se não perderemos"

-Anna vamos ganhar...

[Editado por Atena]


Última edição por Atena em Sex Jan 20, 2012 11:35 pm, editado 1 vez(es) (Razão : Não são vocês que decidem quem ganha.)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Caça da Bandeira - nº2

Mensagem  André Cavalheiro em Qua Jan 18, 2012 9:43 pm

OFF Não eram os ADM que diziam se alguém pegava a bandeira ou não??
avatar
André Cavalheiro


Dracmas : 87,5
Poder : Mar
Pégaso : Júpiter

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Caça da Bandeira - nº2

Mensagem  Cláudia Silva em Qua Jan 18, 2012 9:44 pm

Sim, eles agr vão decidir.

_________________


Cláudia Silva - Filha de Atena - Monitora da Cabana 6
avatar
Cláudia Silva


Dracmas : 48,5
Poder : Estratégia e Sabedoria
Pégaso : Minerva

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

http://afilhadeathena.tumblr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Caça da Bandeira - nº2

Mensagem  André Cavalheiro em Qua Jan 18, 2012 9:45 pm

Mas são mesmo eles que decidem quando é q o jogo acaba! Tipo tava a ser divertido pk é que acabram logo com isto?
avatar
André Cavalheiro


Dracmas : 87,5
Poder : Mar
Pégaso : Júpiter

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
10/1000  (10/1000)
Conhecimento:
10/1000  (10/1000)
Nível:
1/5  (1/5)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Conclusão

Mensagem  Atena em Sex Jan 20, 2012 11:58 pm

Anna, Rory e Jason corriam do Punho de Zeus em direcção ao seu campo. Do outro lado da floresta, Cláudia e Kaito faziam o mesmo.

Entretanto, Alice, sendo filha do deus do Sol e da cura, não seria derrotada por criaturas das trevas e uma mera pancada de um recém-chegado ao acampamento. Quando Rory se aproximava da fronteira, foi surpreendido pela rapariga que, ressentida pelo que acontecera, estava lá, juntamente com seu irmão Micaelis.
Micaelis atacou Jason, mais para distraí-lo da bandeira, uma vez que estavam ambos exaustos. Alice, no entanto, que só agora começara a lutar, estava em óbvia vantagem sobre os outros dois mestiços, que já tinham usado em demasia os seus poderes.

Do outro lado do riacho que separava o campo, André estava indeciso: ajudava no ataque ou ficava ali para defender? Não foi preciso esperar muito, pois Cláudia e Kaito corriam desenfreadamente na sua direcção. Infelizmente, decidiram ignorar André e dar tudo por tudo, o que acabou com Cláudia espalmando André no fundo do leito e Kaito, já dou outro lado, não nas melhores condições mas erguendo a bandeira triunfante.
A equipa azul tinha ganho.

Prémio: 25 pontos Ataque/Defesa/Habilidade + 10 Dracmas
Cada membro da equipa vermelha receberá 10 pontos em cada campo.
avatar
Atena


Dracmas : Infinito
Poder : Deusa da Sabedoria
Pégaso : Amadeo

Ficha Meio-Sangue
Estratégia:
1000/1000  (1000/1000)
Conhecimento:
1000/1000  (1000/1000)
Nível:
5/5  (5/5)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Caça da Bandeira - nº2

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum